Mimos

INDECISÃO NO AMOR : consulta de leitor

Casadas à procura 151180

Maraci, bom dia! Eu ainda era um adolescente quando conheci uma garota que namorei por quase cinco anos. Foi a época mais feliz da minha vida. Nos separamos porque o pai dela, que era diplomata, foi transferido para o exterior no início da década de Jamais a esqueci e fiquei sabendo que ela foi praticamente obrigada a se casar com outro diplomata e morar na Europa. Sofri muito, mas também me casei e tive trigêmeas.

Romances que sobreviveram ao tempo, resistiram a distâncias e se renderam ao reencontro. De voz serena, Alma conta que conheceu Paulo na adolescência. Ela aos 14, e ele aos 19 anos. Os dois se viram pela primeira vez em um show, no qual a banda dele tocaria. Ele no palco e eu, na plateia. Começamos a namorar nesse mesmo dia;, lembra Alma. O relacionamento, contudo, durou levemente um ano. Pediu para eu terminar;, relembra Paulo.

O importante é se gostar — defende Lidiane Souza Martins, de 35 anos, casada com um homem 34 anos mais velho. Ele, com 52 na época, vinha de um casamento de 20 anos com outra mulher, com quem teve duas filhas e uma neta. A partir daí, nós nos víamos todos os dias, até que o pedi em namoro. Foi exigente, mas tiramos o preconceito de letra, inclusive na família. Fica a convencimento de que nada supera o aplicação — afirma a estudante Késia Ambrósio, de 18 anos, namorada de Renato Lucena, de O presidente Michel Temer, de 76 anos, conheceu Marcela, de 33, em

Leave a Reply